sexta-feira, 24 de abril de 2009

Juras de amor são sempre falsas.




Uma das canções de Rui Veloso mais bonitas, e depois até me arrepia, foi uma das canções da banda sonora de muitas coisas menos boas que me aconteceram, em determinada altura da vida, não sei porque vim para aqui "choramingar", apeteceu assim de repente...

2 comentários:

carla mar disse...

Beijokinha :)
o Tenente... adormeceu :D
amanhã... virá!

Emigrante disse...

Olá
Sabes que as coisas menos boas, fazem crescer.
E o crescimento, acompanhado de sons e lágrimas é um crescimento mais sedimentado e torna-nos mais fortes.
Bjs

Teresa