segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Não, ao novo acordo ortográfico.


Comunicado do editor deste blog.
Este blog, pelo direito que a democracia e liberdade intectual que lhe deu o 25 de Abril de 1974, de desobediência de consciência e imperativos nacionais, não vai usar como fonte, orgãos de Comunicação Social Portugueses, que adiram ao novo Acordo Ortográfico, a língua portuguesa não se vende e, é só uma, não pode nunca ser eufeudada a interesses de países estrangeiros, mesmo que se digam "irmãos".

26 comentários:

Sophie disse...

YAAA, nao vou aqui falar zuca!!!
baaah

maria teresa disse...

O mês de Fevereiro começou em força para si... Safa!:)))))
Abracinho

Graça Pereira disse...

Acho que, sobre ele, muita tinta ainda vai correr...
Um beijo
Graça

Sammy disse...

Completamente de acordo, nada mais a adicionar.
Ahh e bom dia! :)

Lia disse...

mesmo que eu quisesse não me habituo a escrever com ele, por isso também digo NÃO!

Sophie disse...

Lool. Entendeste tudo mal...
Repara bem:
Eu nao tenho nada contra ninguem, muito menos com o povo brasileiro que é tao simpatico. A cena é que nao quero, como tu, o novo acordo ortografico, porque para mim, assemalha-se à língua brasileira. Lá por ambos os países falarem português, nao têm que ter necessariamente as mesmas palavras. E uma vez que fomos nós a colonizar o Brasil, eles é que deviam falar Português correcto em vez de sermos nós a moldarmo-nos à língua deles. Eu sou contra o acordo. É que nam faz sentido algum...

E obvio que continuarei a ler o teu blog!
Entendeste tudo mal, fogo... quanta agressividade!

Beijo *

E. Modesto disse...

completamente ;)

Xaninha disse...

foi a ideia mais estúpida que algum dia surgiu!!
fonix...n tem lógica nhma!!!

tb n concordo c o acordo ortográfico!!

Carrie disse...

Eu não vou me dar ao trabalho de mudar nadinha!
Não concordo sinceramente...

Kiss kiss

Olhos Dourados disse...

Estou contigo!

Lana disse...

concordo plenamente. foi a pior ideia de sempre, só porque uma lingua é semelhante, nao que rdizer que a fundam e tornem a mesma. nao tarda falamos todos espanhol -_-'

anf disse...

assino por baixo.

Pinkk Candy disse...

bom dia :)

completamente de acordo!!!

XOXO

Nina disse...

Eu lá terei que o aceitar...na escola... não sei é como é que vou fazer para o adoptar na minha escrita.
beijinhos

Maria Ribeiro disse...

ERGELA: de acordo contigo! "A minha Pátria é a LÍNGUA PORTUGUESA!"
BEIJO de
LUSIBERO

ergela disse...

Caras amigas,
Começo por citar um ditado do povo Português: "quem não se sente, não é filho de boa gente", como me orgulho da minha família e da sua história, inclusivé, tenho famíliares estiveram presos antes do 25 de Abril por amarem a liberdade, e Portugal e, por arrastamento a sua língua de 800 anos de história.Como sabem, existe gente nas partes mais reconditas do mundo que ainda falam uma espécie de português, agora pergunto, se a lingua portuguesa á a sexta língua mais falado no mundo, como vamos explicar-lhes que o esforço que eles fazem para falar português e ainda a perservam e, de repente agora têm que falar uma espécie de língua bilingue, é do mais aberrante que tenho visto.Não culpo, nenhum povo, tenho a minha opinião sobre esse povo, não a vou aqui exprimir, pois saíria do contexto do problema, aquilo que me move, são os "vendilhões do Templo" ou da língua, que sabem que quem fez pressão para que este acordo fosse aprovado foi as poderosa editoras brasileiras, e não me venham com histórias de que uma língua tem que ser viva, existe povos no mundo que possuiram impérios e a questão da língua nem se põe, portante por aí esse argumento não colhe, isto não passa de um gigantesco negócio, em que mais uma vez uns frouxos e anti-patriotas venderam-se a empresas de um país estrangeiro.
Por todo isto digo e, como um Presidente da República Portuguesa, é o direito que me assiste da indignação aliado ao direito de desobediência por questões morais e intectuais.Vou continuar a falar PORTUGUÊS de PORTUGAL.

Obrigado a todas e todos pelo apoio, não tenham medo, INDIGNEM-SE e PROTESTEM, se esta lei fôr para a frente a hostória não nos perdoará.

ergela disse...

Errata: "história não nos perdoará".

Coelha disse...

Isto é uma verdadeira palhaçada!
Quer dizer agora nao vou saber escrever em condiçoes a minha propria lingua? A lingua de Camoes?
Mas que merda é esta?
Este pais borra botas ja mete nojo aos caes!
Tenho dito...
Beijinhos*

Olga disse...

Eu não sei o que te diga: JÁ NÃO SEI ESCREVER! Estou tão baralhada. Beijinhos.

Teclas cor de Menta disse...

Tens é um problema!A partir de 2012 deixas de ter fontes! :)

Parem lá com os instintos colonialistas e com os preconceitos. A língua de Camões já não é falada há anos (ou acham que não a mudaram desde que o sr. existiu?)!

E só por acaso...até foi Portugal que propôs o acordo. E para quem está menos esclarecido, o acordo é entre OITO países. E já agora, se querem ser mais inteligentes adoTem-no (segundo o acordo) primeiro em vez de andarem a fazer birra!

Parvoíce..

ergela disse...

Exma SrªTeclas Cor de Mente, quem aqui falou aqui em colonialismo? foi a Srªa"Pior é o cego que não quer ver" já lá diz o povo português na sua eterna sabedoria. Estou particularmente à vontade nesse aspecto, pois tive famíliares presos pela Pide por lutar contra o colonialismo. Estamos a falar de uma coisa que se chama património da língua Portuguesa que pelos vistos a Srª não sabe o que é. Tem todo o direito de discordar ou de não concordar, não tem o direito é de insultar aqueles que têm uma opinião diferente da sua. Se vier por bem, mesmo com opiniões diferentes tem o seu espaço no meu blog, mas gente que insulta gente que não concorda com ela não o permitirei.

Teclas cor de Menta disse...

Caro editor / autor / whatever deste blog:
Caso o Sr. Não tenha percebido, aproveitei o meu comentário para responder não só ao seu texto mas também aos comentários que já aqui estavam registados. Da próxima vez deixarei isso bem claro para quem não entende! E sim, acho que Portugal gosta dos seus laivos de colonialismo demagógico. Mas isso é uma opinião minha – sou livre de a ter, certo?

Não estou bem a entender por que razão o fato (utilizando o acordo) de ter tido familiares (sem acento, por favor!) presos pela PIDE o faz ficar “à vontade nesse aspecto”. Isso quer dizer que por eu não ter – felizmente – familiares que foram presos pela PIDE sou menos competente para falar de português? Ou do património da língua?

Para sua informação sei precisamente o que é o património da língua portuguesa. Veja lá o senhor que o meu trabalho até é escrever. Todos os dias. Em português. E creio que a minha liberdade – também ela instituída pelo 25 de Abril – me permite PENSAR e tentar PERCEBER de onde vêm os recalcamentos acirrados contra o Acordo Ortográfico. Especialmente quando vêm por parte de um povo – atente-se que estou a generalizar e não a dirigir-me a si em particular – que nem escrever bem o português sabe. (Btw, tem alguns erros de português que seria de valor corrigir. Dar-lhe-ia mais autoridade para falar!)

Portanto, preocupem-se em manter o património da língua portuguesa lendo, escrevendo bem e sendo cada vez mais bem formados. Mas não venham com demagogia puxando os valores da liberdade e da democracia para um assunto que nada tem a ver com isso.

E a propósito, ninguém vai falar uma espécie de idioma bilingue. Vai falar-se português. E tenho para mim que Camões ou Pessoa não estão minimamente preocupados com a forma como agora se escreve.

Sophie disse...

Ergela, respeito os teus motivos pela qual ñao queres o novo acordo ortográfico.
E eu estou contigo, também nao o quero...

Simples!!

Um beijo,
Sophie

Sophie disse...

E eu vou falar para sempre Português de Portugal... Ora essa :D

ergela disse...

Assim é que gosto de um blog, onde a unanimidade não entra.
Tenho pena, que alguém confunda o insulto, com a divergência de ideias e, pensam que são os donos da verdade, ainda por cima com com laivos de "professor primário" e confundam o que escrevem em primeiro lugar, insultanto todo e todos, enfim é liguem o acessório ao fundamental.

Obrigado a todas pela participação.

ergela disse...

errata:"liguam ao acessório".