segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Um dia também seremos "velhos".


Acabei de ver na SIC uma reportagem sobre o que fazemos aos nossos "velhos". Uns por instinto criminoso votanto-nos ao abandono trancados em buracos esconsos mal alimentados e na maioria da vezes violentados, tratados como animais,muitas das vezes para ficar com uma pensão miserável, outros votam-nos ao abandono em "depósitos de carne humana" coisa que é cada vez mais frequente em Portugal, raros são os lares aonde os nossos mais antigos têm alguma qualidade de vida, quando muitas das vezes já pouco resta dela e, se fazem pagar bem . Aonde está o Estado na sua vertente social, bem sei, que não podemos esperar todo do Estado, cabe a nós assegurar que os mais velhos tenham um fim digno, porque não aqueles que podem, e possuem mais tempo, voluntariar-se para acompanhar-los e transmitir essas experiências às novas gerações. Para onde segue esta sociedade, que não perserva a sabedoria acumulada em anos e anos de vivência, estaremo-nos a tornarmo-nos cada vez mais, em "coisas" que mais se assemelham a peças de uns robots que descartam os mais fracos de nós.

8 comentários:

maria teresa disse...

E eu que estou no fim do Outono, talvez no início do Inverno da vida? Penso muitas vezes nesses seres desprotegidos, sem defesas como os bebés, mas com descernimento suficiente para compreenderem o abandono a que são votados...
Abracinho

Xaninha disse...

partiu-me o coração ver aquela reportagem.
Mas acredita que há pessoas em situações beeeeem piores!

os idosos são cada vez mais tratados como a escória da nossa sociedade!

mjf disse...

Olá!
Por issi já estou a oensar fazer um mealheiro para poder pagar um lar com condições razoaveis:=(((

Beijocas

Xaninha disse...

mjf,
carago, posso nao mudar o mundo, mas vou fazer tudo ao meu alcance para mudar as condições nos lares quando começar a trabalhar!!!

n kero ser melhor k ngm, mas acredito mm k os velhinhos conseguem ter um fim de vida digno, num lar.

falta pouco para acabar o curso.
mais uns meses e uma oportunidade no emprego certo...tu vais ver! :)

wait for me!

(sou uma sonhadora do carago, xiça)

Olga disse...

Também fico triste. A minha avó tem 80 anos, fez no dia 27 de Fevereiro e vive em casa com a minha mãe. Fico muito feliz por esta situação, não gostaria de a ver num lar. Porque não dás uns toquesitos no texto e publicas na Fábrica de Letras já que o tema deste mês é a velhice? Acho uma crónica excelente. Beijinhos

Nina disse...

Ainda há pouco comentei a reportagem, apesar de nao a ter visto.
Os velhinhos e as crianças são o melhor que há e essa foto é ternurenta!
beijinhos

Lia disse...

há quem não cuide de quem já cuidou mto deles...

*C*inderela disse...

Não vi a reportagem mas já tinha conhecimento desses casos. Os filhos não estão para terem 'trabalhos' acrescidos, enfiam os pais num lar sem saberem das condições que oferecem. Os idosos cada vez mais atravessam situações mais precarias.

Bjokas*