terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

A literatura está mais pobre.Morreu Rosa Lobato de Faria.



A actriz e escritora estava internada num hospital privado, há uma semana, devido a uma anemia grave. O estado de saúde de Rosa Lobato Faria tinha-se tornado frágil depois de uma infecção intestinal no Verão de 2009, que obrigou a uma intervenção cirúrgica de emergência.

Rosa Lobato de Faria nasceu em 1932. Tornou-se conhecida do público como actriz ao participar em séries televisivas dramáticas (Cobardias, A Mala de Cartão, Os Melhores Anos), de humor (Humor de Perdição, Nem o Pai Morre, Nem a Gente Almoça) e telenovelas (Vila Faia, Origens, Ninguém como Tu). Foi também argumentista de programas televisivos.
No cinema entrou em filmes de João Botelho (Tráfico e A Mulher Que Acreditava Ser Presidente dos Estados Unidos da América) Lauro António (Paisagem Sem Barcos e O Vestido Cor de Fogo) e Artur Semedo (O Barão de Altamira), entre outros.
Como escritora, estreou-se tarde, em 1995, com O Pranto de Lúcifer. Recebeu o prémio Máxima de Literatura 2000 por O Prenúncio das Águas. No total publicou doze romances e o seu trabalho poético encontra-se reunido no volume Poemas Escolhidos e Dispersos, editado em 1997. Alguma da sua obra encontra-se traduzida e publicada em Espanha, França e Alemanha. Escreveu ainda diversos livros infantis.
Gravou, para a 101 Noites, o audiolivro O Gigante Egoísta e Outros Contos.
Foi ainda letrista de canções, com sucesso no Festival RTP das Canções - obteve quatro vezes o primeiro lugar, com Amor de Água Fresca, Chamar a Música, Baunilha e Chocolate e Antes do Adeus.

6 comentários:

Lebasiana disse...

oh! ainda não sabia da notícia! :(

jinhos

maria teresa disse...

E empobreceu mesmo!!!
Abracinho

Xaninha disse...

um pedaço dela já tinha morrido, quando o marido dela faleceu!!

Pinkk Candy disse...

pois foi! '(

***

Olga disse...

Fiquei a saber ontém quando li aqui no teu blogue. Gostava muito da Rosa Lobato de Faria, fica na história as suas marcas. Gostava do seu ar calmo e sereno.

carla mar disse...

uma mulher linda. linda em todas as coisas.

beijo meu*

c