sexta-feira, 23 de abril de 2010

Gostava de te ver novamente.




5 comentários:

mjf disse...

Olá!
eheheh
Tens posts bem giros dela :=)))
;=)))

anaferro disse...

Inconfundível e incomparável :) Há mulheres que têm aquele quê de qualquer coisa que marca! Mulheres e homens... pessoas, vá!

Beijinhos e muito bom dia (",)

maria teresa disse...

À Marilyn? Deixe-se disso e olhe com olhos de ver bem para "mulheres reais" que tem certamente à sua volta:):):)
Ela era um mito, foi fabricada pelos homens que se aproveitaram da sua fragilidade psíquica...
Não se zangue comigo!

ergela disse...

mjf e Ana Ferro Marilyn é e continuará a ser um íncone da mulher.

Teresa amiga, claro que não vou ficar "zangado" consigo. Este blogue prima pela pluriedade de ideias e fomenta a troca de opiniões sob certas condições, que são (está no editorial do blogue)o respeito e não insultos e faltas de educação. Sabe, foi educado num espírito de responsabilidade e respeito pelas ideias dos outros (democracia), desde que não colidão com os meus princípios de vida acima descritos.
No que toca ao assunto em apreço só lhe quero dizer que sei muito bem o que foi a vida de Marilyn, mas o que se passa na vida real de hoje,é assim tãon diferente do daquele tempo ? Não é a selva? Aonde só se safa "os mais fortes" fisíca e psicológicamente, o povo tem um ditado que aqui cabe às mil maravilhas " em terra de cegos, quem tem olho é rei", mas sempre lhe digo, que Marilyn foi e sempre será, apenas e só um ícone, da mulher "perfeita", mas tenho os pés razoávelmente assentes na terra e, até porque vivo e amo uma mulher bem real, com todos os defeitos e virtudes de todos os seres humanos.
Beijos.

ergela disse...

mjf e Ana: errata: ícone.