sexta-feira, 9 de abril de 2010

Falta de personalidade.





Ou como se faz uma entrevista "teleguiada".

5 comentários:

anaferro disse...

A deixa para a portista ferrenha vir dar o ar da sua graça :p hehe ferrenha mas não tapadinha de todo, atenção!

Como já disse, neste momento em que o clima de guerra está instalado, eu acho perfeitamente natural estas declarações. Mas mesmo não estando, eu também ficaria ofendida se alguém, parcialmente, dissesse que o meu trabalho não seria importante para a minha equipa. E se calhar o que a pessoa que criticou merece é mesmo isso, que não se ligue. Acho que a defesa do nosso clube tem limites e os limites são quando passa o desrespeito pelos outros. E não estou a dizer que os do FCP respeitam os outros. Mas por favor, só não vê quem não quer. O Benfica não ganhou ontem ao Liverpool e por isso podemos dizer que o Cardozo não é uma peça chave do Benfica só porque o Benfica, com ele a jogar, não ganhou?! Não podemos. E com certeza que se alguém do FCP o dissesse, haveria a mesma reacção por parte dos benfiquistas. Não se trata de falta de personalidade, trata-se de vestir a camisola e, infelizmente, termos o ambiente de cortar à faca que temos entre alguns clubes.

É assim que vejo e penso que não estou a ser demasiado parcial. Também não gostei disso que foi dito pelo Luís Filipe Vieira, o que não implica que não ache que o FCP perdeu bem este campeonato.

Crazy disse...

Foi um bocado parvo --'
Mais valia dizer "Não comento"

ergela disse...

Cara Ana, não quero ir por aí.Não vou pôr mais axas na fogueira, sou Benfiquista assumido, mas não sou, nem faz o meu género ser seguidista fanático.Posto isto: aquilo que me indignou foi meramente jornalística (defeito de profissão talvez?) vê-se claramente nas imagens e isso estuda-se nas escolas de jornalismo, como isto se faz,pôr um "paraquedista" a fazer uma pergunta PERFEITAMENTE premeditada e, logo a seguir ouve-se uma voz feminina a acabar logo ali a "entrevista", não somos parvos, nem nos façam de parvos. Já o disse aqui, estamos longe de pensar que os outros dirigentes de outros clubes são "virgens" muito antes pelo contrário, estamos numa industria que se chama, futebol, que mais parece uma organização tipo mafioso, onde ninguém,mas ninguém saí limpo.

Obrigada pela forma como expões as tuas ideias,é de pessoas directas,que eu gosto.
Aceita um beijo.

ergela disse...

Crazy, era mais honesto, sem dúvida, até porque foi uma frase, já recorrente dita por Pinto da Costa.

Beijão

anaferro disse...

Ergela, no fundo o futebol, como o social, e o jornalismo alimentam-se, quase como uma cadeia alimentar em círculo. O futebol e o social dão polémicas para se venderem jornais, os jornais empolam as polémicas dando importância ao futebol e ao social e arrastando as massas!

É aquela pescadinha de rabo na boca que nos enrola também. Há que sabermos nós filtrar a nossa informação e não sermos comidos junto com o rabinho da pescada, salvo seja hehe

São, como dizes, indústrias. E no fim das contas, os tontinhos somos nós, quando nos deixamos ir por aquilo que aquelas pessoas desejam ser: quase que líderes espirituais da malta!

Eu, como te disse, não é por ser do FCP ou do Passarinhos da Ribeira que vendo o meu cérebro. Acho que tenho o distanciamento suficiente. Ou tento ter.

Mas é como te digo, numa equipa, seja no futebol, seja numa equipa de trabalho, seja um partido ou somente um grupo de amigos, quando lá estamos no meio, acabamos por ter a lavagem cerebral necessária e deixamos de ser imparciais. Mas será que a imparcialidade é-lhes exigida? Se não o é a uns, também não será para outros.

Se gosto do clima assim? Não gosto. Mas eu sozinha, infelizmente, não vou mudar o mundo. Por isso, resta-me a mim dar ênfase ao que acho que devo dar. E no fundo acabaste por ir na conversa de um dos lados da barricada ao destacares isto como sendo um defeito de personalidade de um jogador que, naturalmente, está a defender o seu lado na luta que, bem ou mal, se instalou :p hehe

Eu gosto muito de conversar. E gosto de ouvir opiniões contrárias também. Já a minha avó diz: da discussão se faz a luz. E ninguém é sabedor do mundo inteiro. Agradeço-te eu pelo espaço que proporcionas para a discussão. Só vejo vantagens. E claro, com o máximo de respeito, respeito todas as opiniões, toda a gente aqui :) especialmente a tua opinião, o anfitrião ;)

Um beijinho... claro que aceito sempre um beijinho, mesmo sendo ele muito vermelho hehe :) Haja bom humor e assim se leva a vida melhor ;)