terça-feira, 13 de outubro de 2009

Ingratidão de uma vedetinha de cordel.





Tratamos-os como reis, nos Carnavais por esse país fora, vêm para "Portógau" chupar-nos o dinheiro, tratamos-os como reis, invadadem as nossas televisões com parvoíces tipo que todos os brasileiros têm, ou tiveram, ou hão-de de vir ter um familiar algures por esse "Portógau" como se fossemos todos parvos. E o que nos dão em troca, chama-nos irmãos (ainda estou para saber quem foi a mãe), inventam histórias porcas sobre a beleza da mulher portuguesa, exportam crimiminosos que não hesitam em disparar sobre pessoas honestas e trabalhadoras,formam gangs que tarficam armas de grande calibre como estivesssem numa qualquer favela , enganam as autoridades portuguesas com falsos documentos , para receber o rendimento minímo e depois desaparecem para reaparecer nos buracos das suas favelas a viver como reis.
Esta gente já me começa a irritar, mas a culpa é e continua a ser nossa, porque somos mesmo uns parolos, com problemas de consciência, fruto do sementalismo, coisa que outros povos já o fizeram e não andam com esses problemas que temos de pagar por tudo o que os nossos antepassados fizeram bem feito. Vamos lá parolos convidem estas vedetinhas de pacotilha para os nossos carnavais e afins, pagos a peso de ouro, que eles vos pagam assim.

1 comentário:

HannaH disse...

bem dito...e daki a uns meses a senhora ha-de ca voltar e ser recebida de braços abertos, como diva! isso é k é o cumulo!