quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Por Amor.


Acabei de ver este programa na RTP 1 sobre a "fuga" do sacerdote Rui e Fátima. Quem sou eu para julgar alguém, antes pelo contrário, como católico praticante comoveu-me esta situação, só tenho uma posição que é a seguinte : nenhum ser humano tem o direito de "atirar a primeira pedra" assim como Cristo fez em relação à mulher adultera, foi-nos ensinado que Deus é Amor e, foi por amor que o sacerdote Rui e Fátima se ausentaram deste país para viver o seu Amor, nada que Deus não nos tenha ensinado na Biblía. Só tenho um desejo : Rui e Fátima deixem os preconceitos para trás e, que DEUS vos abençõe na vossa pretenção mais que justa de tentarem serem felizes.

2 comentários:

Nina disse...

Não vi o documentário, porque adormeci, mas concordo plenamente contigo: quem pode julgar os outros? Quem não tem telhado de vidro?
Enquanto católica, só lhes posso desejar muita felicidade e agradecer ao "nosso" padre ter sido homem e ter-se assumido como tal, em vez de andar a enganar tudo e todos como mts fazem.
bjo

Carrie disse...

O padres também são seres humanos... também amam e têm natureza humana.. Não entendo muito bem o celibato sinceramente...

Kiss kiss