quinta-feira, 2 de julho de 2009

Porque a TAP não copia esta boa ideia da companhia Nova Zelandeza, isso é que era.




À atenção da TAP (estas senhoras e estes senhores pintaram o corpo para salvar o posto de trabalho, ou seja, deram o corpinho ao manisfesto literalmente).

2 comentários:

Emigrante disse...

Isto é que é espirito de sacrificio...
Apoiado...lool

Beijokas

Teresa

S* disse...

Amor à camisola... literalmente!