quinta-feira, 2 de julho de 2009

Burrices.


Não estou, como nunca estive, de fora de certos factos que se passam por aí na vida política. Isto todo a prepósito de o lançamento de uma recandidatura à CML, não era o burro Sherek que era teimoso, como todos os burros aliás, depois de todos, os males que que fez a Lisboa, ainda tem a distinta lata de querer continuar, se fosse eu (ainda bem que não sou) cobria-me de vergonha.É preciso ser burro, ou toupeira, dado a fixação por tuneis, que lança e depois não paga, e podia estar aqui a tarde toda a escrever sobre trapalhadas, que custam dinheiro aos lisboetas.

1 comentário:

MARIINHA disse...

O homem não se enxerga, Quer poder a todo o custo.